Seguidores

Visualizações de página do mês passado

MOZILLA

Atualização

REDE GUARANI DE RÁDIO!

REDE GUARANI DE RÁDIO!
A MAIOR REDE DE RÁDIO DA BAHIA!

Seguir BLOGÃO por email

SPOTS

SPOTS

PREFEITURA DE LAURO DE FREITAS

terça-feira, 15 de abril de 2014

Ex-BBB Poly sobre Bial: 'É um coroa bonito, mas não faz meu estilo' Holofote 15 Abril de 2014 - 11:12

Divulgação Paparazzo

Parece que o coroão Pedro Bial tomou nos dedos bonito e não deve ter curtido.
Todo mundo sabe que o super intelectual Bial sempre escolhe uma musa pra ficar trovando durante o BBB. Nessa edição, a sortuda -pfffffff- foi a super esperta, só que não, Tatiele Polyana.
Em entrevista ao Ego, a ex-BBB sutilmente deu um “vai na venda” pro tio Pedro Bial. A miss comentou que homens mais velhos não chamam sua atenção: “Ele é charmoso, um coroa bonito. Mas acho que era brincadeira dele. Acho que não rolaria. Ele é bem mais velho e não faz meu estilo”. 

Brincadeira ou não, a fofa esculhambou com o apresentador, né?! Ele, que sempre se acha tão jovial, ouvir de uma guria de 22 anos que é “bem mais velho” não deve ser lá muito bom.

Divulgação Paparazzo


Acabou? Thor Batista briga feio com Paola Leça e casal dá um tempo Globo 15 Abril de 2014 - 11:20



Thor Batista, o herdeiro de Eike Batista teve uma briga séria com a namorada, Paola Leça, na noite de sexta-feira, 11, no Rio de Janeiro, e deu tempo no relacionamento com a morena. A briga, pública, terminou com o rapaz apagando as fotos da modelo e jornalista de sua conta no Instagram.
“Nós brigamos e demos um tempo. Cada um saiu sozinho”, confirmou Thor, que diz não ter planos de reatar o romance com Paola. Os dois passaram o fim de semana longe um do outro.
Em conversa com a Retratos, Paola, no entanto, não admitiu o fim do namoro. “A gente já está bem de novo, foi uma briga de momento e só. Ele ficou bravo na hora e apagou as fotos, mas está tudo bem”, afirmou ela, que não quis entrar em detalhes sobre o motivo da discussão.
Uma fonte da Retratos, no entanto, apontou que Thor teria flagrado uma traição da moça. Ambos negam essa versão. “As pessoas são maldosas e querem o nosso mal. Ficam inventando mentiras para nos prejudicar”, aponta Paola.
Thor Batista e Paola Leça começaram a namorar em fevereiro deste ano. No mês passado, Thor chegou a comprar uma aliança de platina e brilhantes para a moça.
Casal reata
Horas após a Retratos divulgar a notícia sobre a briga do casal, Thor e Paola reataram o namoro na noite desta segunda-feira. "Mais unidos do que nunca agora", informou o empresário. Que sejam felizes!





Compadre Washington alfineta Scheila Carvalho: ‘Peguei por 4 anos’ Globo 15 Abril de 2014 - 11:32



De?sde que voltou à TV ?no comercial d?o site Bom Negócio.com, no qual aparece repetindo bordões como “?sabe de nada, inocente”?, “ordinária”? e “"danada”, Compadre Washington revive a fama dos tempos áureos do grupo É o Tchan.? Ele começou a ser parado nas ruas, com pedidos dos fãs para fazer um vídeo repetindo o texto veiculado no comercial.
— Cheguei à s 8h da manh?ã para gravar, e me botaram na guilhotina?. Falaram p?ara eu ficar ?à vontade ?e sair falando. Aí, do nada, eu disse: “Sabe de uma coisa inocente, eu estou é com fome?”, e me pediram “vai falando,? mais em cima de inocente” ?. Os caras da agência tiveram uma sacada muito boa?. E agora “Sabe de nada, inocente?” é o bordão do ?Brasil?! — ?vibra ele, que teve seu nome sugerido para participar da propaganda numa pesquisa interna com funcionários ?da loja virtual: —- Pelo que fiquei sabendo, ?eles precisavam indicar um nome que tivesse a cara do produto, ?e meu nome ?foi? uma? unanim?idade, negócio de 90%.
Compadre Washington não foge da raia quando o assunto é sua fama de mulherengo. Ao ser perguntado sobre se ficou com alguma dançarina do grupo, ele não segura a língua:
— Peguei mesmo. Peguei a Scheila Carvalho por quatro anos. E agora, ela fica dizendo que fui uma coisa ruim na vida dela. Se fosse bom, então, ela ficava dez — entrega.
A ex-dançarina se uniu à colega Sheila Mello para fazer apresentações pelo Brasil revivendo os tempos em que se apresentava com o grupo. Mas ele não imagina um reencontro no palco.
— ?Não tem clima pesado. Elas falaram que não haveria clima porque agora são mães de família. Mas agora estão dançando por aí. O dinheiro deve estar faltando — detona.
Compadre, no entanto, garante que não foi a falta de dinheiro que o fez retomar o grupo.
— Curti a vida com moderação. Dinheiro vai fácil, e para voltar é difícil. Graças a Deus não gastei tudo. A gente passa por dificuldades, dá um jeito. Tem que pagar as pensões. Às vezes, passa um mês devendo, e paga duas no mês seguinte. Mas a Justiça não quer saber, quem pariu Mateus que o balance.
Visionário, ele já tratou de gravar uma música com o nome de "Sabe de nada inocente".
— Recebemos várias letras, e gravamos a que mais tinha a ver com o o grupo. A que fala para o cara que a mulher dele saiu de casa, com cara de triste, e voltou toda sorridente — diverte-se ele, que também espera atrair público às apresentações: — O show não lota. Hoje em dia é dificil, tem muita concorrência. Mas é um recomeço.
No Rio de Janeiro, as duas últimas apresentações do grupo foram na festa GLS "Chá da Alice”. E ele se divertiu com o público.
— Foi muito bom poder ver a rapaziada se liberar. Nos anos 90, o povo era meio preso. E agora isso acabou, cada um se diverte e é feliz como quiser — compara.
Compadre ainda comemora o carinho que recebe das bandas que trilharam o caminho aberto pelo É o Tchan na Bahia naquele período.

— Os caras da nova geração têm respeito pela gente. Márcio Vitor (do Psirico) é como se fosse um sobrinho meu, me chama de tio. Léo Santana, do Parangolê, tirou uma foto com a gente nos chamando de ícones do pagode. Eles respeitam os velhinhos.

O término de Neymar e Bruna Marquezine deixou muitos fãs do casal tristes. O R7 fez uma pesquisa e você ajudou a escolher se Bruna deve ou não voltar com o, agora, ex-namorado. O resultado? Mais de 69% dos internautas acreditam que o relacionamento merece uma segunda chance. E neste fim de semana, o casal teria voltado a trocar mensagens, o que aumentou ainda mais a esperança dos fãs. Nós montamos esta galeria para dar mais motivos para Bruna reatar o namoro. Tags: Neymar volta a falar com ex Bruna Marquezine e fãs pedem reconciliação



Na mão, ela tem tatuada a palavra “Cats”, referente ao amor que sente pelos felinos, além dos cachorros. Mas a palavra tem o mesmo significado para esse espetáculo de mulher que é Vanessa Mesquita, 28 anos, vencedora do Big Brother Brasil 14.
Ao sair de sua cidade, Pirituba, divisa ente as Zonas Norte e a Oeste de São Paulo, não imaginava abocanhar o prêmio de 1,5 milhão de reais, ter fãs seguindo seus passos e ainda conhecer uma das pessoas mais importantes de sua vida, Clara Aguilar, 26 anos.
“O que a gente viveu lá dentro é de verdade. É o que a gente vive aqui fora”, disse Vanessa, a nova milionária. Para esquentar ainda mais os ânimos das duas – que desde que saíram do programa, dizem que ainda não ficaram a sós, QUEM as colocou dentro da banheira de hidromassagem de um hotel carioca e... Debaixo da espuma, a temperatura subiu! Confira o corpo a corpo neste ensaio exclusivo e a entrevista do momento “Clanessa”, como a dupla é chamada pelos fãs.

VANESSA PARA CLARA: 
“Ela é uma das pessoas mais especiais para mim. Ela completou um lado muito sombrio do meu coração, achei que não fosse mais encontrar uma pessoa carinhosa, generosa. Tenho pé atrás com o ser humano. E ela conseguiu tirar o meu lado bom que estava escondido, adormecido.”


LAS VEGAS 
“A ideia surgiu ainda no programa, quando Clara disse que ia me levar para conhecer a cidade. Adorei”, diz Vanessa. "É um projeto de meninas. Não é só a gente que vai, combinamos com a Poli e com a Bela também, mas não sei se elas vão. Nós vamos com certeza e lógico que dormiremos no mesmo quarto”, contou Clara. O custo da “possível lua de mel”, adivinha quem paga?, “Vanessa é claro!”, a loura responde aos risos.


MULHER X MULHER 
“Nunca tive um relacionamento sério com mulher. Só fiquei com elas. Se existe desvantagem ainda não vi. Na verdade nunca me chamei de bissexual, quando fui entrar na casa, perguntaram: ‘qual a sua opção sexual’? Respondi: ‘bissexual, mas sempre me achei uma pessoa de livre escolha. Posso me apaixonar por um homem ou por uma mulher. Tenho que está feliz”, diz Clara.


PESSOA IDEAL
Vanessa completa o que Clara acabara de dizer: “Não sei dizer qual sexo me atrai mais. Acho bonito tanto homem quanto mulher. O que me faz querer ficar com uma pessoa não é a aparência, é a pele, a química que rolar. Não tenho preferência por homens ou mulheres. Gosto de pessoas interessantes, compatíveis com as minhas ideias, que compartilham as causas que acredito. Nesse momento, Clara é esse ideal para mim. A gente se encaixa muito bem. É uma loucura isso!”

FANTASIA SEXUAL 
“Tenho um fetiche bizarro por palhaços (risos). Mas por palhaço do mal, assassino, de filme trash. Nada do ‘infantil’, que a gente via quando criança. O meu palhaço tem que ser adulto, com pegada, nossa!, deve ser maravilhoso”, conta Vanessa, se surpreendendo com a brincadeira de Clara ao dizer que realizará o fetiche da ‘namorada”. “Não vou contratar nenhum palhaço pra você Van, eu vou me vestir desse palhaço”.

SEXO A TRÊS 
“Tenho que conhecer a wibe das pessoas. Tem que ter pele... Pode ser que sim!”, diz Vanessa. Para Clara, tudo é o momento. “Não sei te dizer, mas não posso falar que descartaria... Tem que está com vontade, o momento.”

PARCERIA IDEAL 
“A pessoa para ficar ao meu lado tem que me deixar livre, tem que confiar muito em mim. A minha liberdade é o que mais me prende a pessoa”, afirma Clara. Para Vanessa, a pessoa tem que ter respeito pelo o que acredita e, claro, gostar de animais. “Se não gostar dos meus cachorros que são meus filhos, nem entra na minha casa. Tem que gostar de viajar, de andar de skate, de fazer rapel... Enfim, tem gostar das mesmas coisas que gosto.”


Neymar volta a falar com a ex, Bruna e fãs pedem reconciliação Ex-casal está trocando mensagens de celular e esperança de quem gosta deles juntos aumentou R7 15 Abril de 2014 - 11:57


O término de Neymar e Bruna Marquezine deixou muitos fãs do casal tristes. O R7 fez uma pesquisa e você ajudou a escolher se Bruna deve ou não voltar com o, agora, ex-namorado.
O resultado? Mais de 69% dos internautas acreditam que o relacionamento merece uma segunda chance. E neste fim de semana, o casal teria voltado a trocar mensagens, o que aumentou ainda mais a esperança dos fãs. Nós montamos esta galeria para dar mais motivos para Bruna reatar o namoro.

sexta-feira, 7 de março de 2014

Chuva forte coloca São Paulo em estado de atenção Chuvas atingiram primeiro as Zonas Norte e Oeste da capital paulista G1 07 Março de 2014 - 17:23

Foto: G1
Chuva forte no Alto da Lapa 

Fortes chuvas atingem a capital paulista na tarde desta sexta-feira (7). Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), a cidade entrou em estado de atenção às 16h20 após registros de pancadas de chuva forte principalmente nas regiões Norte e Oeste de São Paulo.
Às 16h20, as Zonas Norte, Oeste, Leste, Sul e Central, as marginais Tietê e Pinheiros e as subprefeituras de Campo Limpo e de M'Boi Mirim entraram em estado de atenção. 
Às 16h45 a Zona Sudeste entrou em estado de atenção.
Às 16h30, os bairros Vila Medeiros, Vila Maria, Mandaqui e Tucuruvi, na Zona Norte de São Paulo, e os bairros Jaguaré e Butantã, na Zona Oeste, e Guarulhos, na Grande São Paulo, registravam chuva forte.
O órgão alertou ainda para o risco de rajadas de vento e trovoadas ainda nesta tarde.
 

Pontos turísticos do Rio têm lixo acumulado com greve de garis Comlurb diz que cidade estará 100% limpa até domingo (9) G1 07 Março de 2014 - 15:24

Foto: Estadão
 


Os efeitos da greve de garis chegaram aos pontos turísticos do Rio. Praias, Lagoa Rodrigo de Freitas e Pão de Açúcar estavam cobertos de lixo nesta quinta-feira (6). No início da tarde, funcionários da Comlurb realizaram um protesto no Centro por um reajuste de 40% no adicional de insalubridade e salário base de R$ 1.200. A prefeitura ofereceu aumento de 9%.
A praia de Ipanema, na Zona Sul do Rio, é um dos pontos mais críticos quanto à sujeira. A faixa de areia tem lixo espalhado por toda a sua extensão. O mau cheiro é sentido do calçadão. “É uma pena, porque é um lugar lindo. Mas as pessoas também não podem jogar lixo na rua”, lembrou a turista russa Sofia Shusteer, que veio passar o carnaval no Rio.
A coleta de lixo também não foi feita na Lagoa Rodrigo de Freitas e havia pontos de entulho em seu entorno. O acesso ao Pão de Açúcar, na Urca, na Zona Sul, igualmente tinha lixo acumulado. “É muito ruim para o turismo”, disse um casal americano, que preferiu não se identificar.
Os resquícios de carnaval permaneciam na Praça São Salvador, no Flamengo, nesta quinta. Sacos de lixo permaneciam empilhados em frente aos prédios do local. O mesmo aconteceu na Praia de Botafogo.

Acesso ao bondinho do Pão de Açúcar também estava sujo (Foto: Marcelo Elizardo/ G1) 
Acesso ao bondinho do Pão de Açúcar também estava sujo (Foto: Marcelo Elizardo/ G1)

Praia de Botafogo tinha lixo acumulado (Foto: Marcelo Elizardo/ G1) 
Praia de Botafogo tinha lixo acumulado (Foto: Marcelo Elizardo/ G1)

Garis em greve
O presidente da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb), Vinícius Roriz, afirmou no começo da noite desta quinta, que as ruas do Rio estarão limpas em até dois dias. A paralisação parcial dos garis que ocorre desde o sábado (1°) de carnaval.
Segundo Roriz, nesta quinta, com escolta privada acompanhando os caminhões da Comlurb, foi coletado 65% do lixo que estava espalhado nas ruas. Segundo ele, isso equivale a 6 mil toneladas de resíduos. Roriz enfatizou que a limpeza urbana estará normalizada em toda a cidade entre sábado (8) e domingo (8).
Ainda segundo Vinícius Roriz, a Comlurb foi pega de surpresa com a greve, já declarada ilegal pela Justiça do Trabalho. Ele reafirmou que quem não se apresentar ao trabalho será demitido e adiantou que 150 garis que foram concursados em dezembro estão serão convocados de forma gradativa.
Na segunda (3), a prefeitura fez um acordo com a categoria e anunciou um aumento de 9% no salário dos garis, que junto com o adicional de insalubridade chegaria a R$1224,70. No entanto, o grupo de funcionários que vem realizando essas paralisações pede um aumento de 40% no adicional de insalubridade e um salário base de R$1.200. No total, a remuneração chegaria a mais de R$1.600.

Praia de Ipanema tomada por lixo nesta quinta-feira (Foto: Pablo Jacob/Agência O Globo)
 

Suspeito de roubar mulher que acusou ator por engano é preso Ator Vinicius Romão ficou preso 16 dias por engano pelo crime G1 07 Março de 2014 - 15:44

Foto: G1
Preso está na delegacia 


Policiais da 26ª DP (Todos os Santos), do Rio, prenderam em flagrante, na noite desta quinta-feira (6), Dione Mariano da Silva, de 24 anos, suspeito de ter roubado a mulher que admitiu ter se enganado ao apontar o ator Vinicius Romão como assaltante. Dione tem passagens por furto e estava com um revólver, apreendido. Ele foi autuado por porte ilegal de arma.

Na delegacia, Dione Mariano da Silva negou que seja o autor do crime, mas confessou que é viciado em cocaína e é usuário de maconha. Ele disse que é morador de rua e dorme na Rua Piauí, no bairro Todos os Santos, no Subúrbio. A família do suspeito mora em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. "É uma injustiça, estou sendo acusado de uma coisa que não fiz. A vítima não veio até agora me reconhecer", disse Dione.

O ator e vendedor Vinícius Romão de Souza foi preso após ser acusado por uma mulher de tê-la assaltado e ficou 16 dias preso na Cadeia Pública Patrícia Acioli, em São Gonçalo, Região Metropolitana. A copeira Dalva Moreira da Costa o reconheceu por engano no dia do crime. Após assumir o erro, ela pediu perdão pela acusação, durante o programa "Encontro com Fátima Bernardes", no dia 27.
"Em primeiro lugar, quero pedir perdão. Estou pedindo ao Espírito Santo para tirar toda mágoa, toda tristeza e toda depressão do seu coração. E dizer que Deus é fiel e que estou aqui reconhecendo o meu erro", contou, por telefone.
A copeira disse ainda que se sente aliviada pela liberdade de Vinicius. "Eu estou dando glória a Deus que ele foi solto. Estou comemorando. O local era escuro e naquele momento eu tinha que identificar. Eu fui, fiquei esperando, e ele, infelizmente, passou na hora errada. Mas eu estava nervosa, falei que tinha problema de vista e estava sem o óculos. Infelizmente, ele parecia com o suposto ladrão e naquele nervosismo, quando o policial falou: 'É ele?'. Eu disse: 'É parecido'. O policial disse que não poderia haver dúvidas. Eu perguntei pra ele se ele tinha pegado minha bolsa", narrou ela.
Durante a entrevista, Vinícius explicou a situação que o levou para a cadeia. Ele confessou ter ficado com medo de reagir à prisão injusta por parte da polícia. “Eu estava voltando para casa e fui abordado. Não esbocei nenhuma reação porque se eu corresse ou confrontasse talvez não estaria aqui hoje relatando o que aconteceu”, disse.
O jovem de 26 anos foi solto na quarta-feira (26) e contou como foi a primeira noite em casa, após duas semanas dividindo a cela com mais de 10 detentos. “Eu não consegui dormir, vi os vídeos de tudo o que aconteceu porque eu não sabia de nada. Fiquei sabendo que meus amigos estavam lá na segunda, quando os policiais me contaram que eu estava aparecendo na televisão e que meus amigos estavam se mobilizando”, contou.
Ator perdoa acusação
Poucas horas depois de sair da cadeia, Romão falou com jornalistas no playground de seu prédio, no Méier, Zona Norte do Rio. Na ocasião, ele reencontrou amigos, que gritavam seu nome, emocionados. Sobre a copeira Dalva Moreira da Costa, que o acusou, ele disse que ela errou e que a perdoa. Ele disse ainda que é preciso descobrir outros "Vinícius".
"Tem muitos Vinícius lá dentro. Meus amigos lutaram por mim aqui fora, coisa que eu não podia fazer. Se não fosse por eles, estaria apodrecendo lá como muitas pessoas estão", agradeceu, sem mágoas da copeira. “Eu não guardo rancor. Ela foi vítima. Pelo que ela diz, foi assaltada, estava nervosa e infelizmente me confundiu. Eu vou ter oportunidade de falar com ela. Só quero dizer que perdoo ela e ela pegou o cara errado”, completou.
Para o ator, o momento mais difícil de toda a história foi quando foi abordado pelo policial na hora do assalto. "Ele apontou a arma pra mim. Foi a parte mais revoltante."
Condições 'desumanas'
Vinícius denunciou condições "desumanas" na cadeia e contou que ficou em uma cela com cerca de 15 detentos, presos por tráfico de drogas e pela Lei Maria da Penha, e dormiu no chão, em papelões. "Eu falei que era neutro e fiquei num lugar que não tinha facção", explicou. "Meu maior medo foi que fizessem alguma coisa comigo, mas não pelo pessoal do meu convívio. Preferi ficar junto com outras pessoas e não queria ficar sozinho numa cela [tinha direito por ter diploma de curso superior]."
Mesmo após 16 dias preso injustamente, o ator diz que conseguiu tirar boas lições: "Eu li 'Polyana' [clássico da literatura infanto-juvenil], que sempre tira coisas boas de tudo que acontece. O que eu tirei de bom é aproveitar cada minuto. Cada coisa que a gente não leva a sério, como abrir a geladeira e beber uma água. Lá a água eu bebia na hora do banho, quando a gente enchia as garrafas", contou, ansioso para voltar ao trabalho como vendedor, na loja em que foi efetivado recentemente. "Estou com saudades e sei que eles vão me receber de braços abertos."
Um oficial de Justiça levou o alvará de soltura à casa de detenção, onde amigos e parentes também o aguardavam. O ator ficou preso em uma cela com mais 15 detentos. A chegada do alvará de soltura atrasou por falta de luz na Central de Mandados de Alcântara, em São Gonçalo.
No dia 25, a 33ª Vara Criminal do Rio concedeu habeas corpus a Romão, depois que a copeira Dalva Moreira da Costa, vítima do roubo, afirmou em novo depoimento na 25ª DP (Engenho Novo) que se enganou ao fazer o reconhecimento do ator como o suposto ladrão. Após ouvir o depoimento, o titular da delegacia, delegado Niandro Lima, pediu à Justiça do Rio habeas corpus para o ator.
Mesmo após conseguir a liberdade, Vinícius Romão terá de responder a processo por roubo.
Prisão é investigada
A Corregedoria da Polícia Civil do Rio de Janeiro vai investigar se houve irregularidades na prisão do ator. As condutas do policial Waldemiro Nunes de Frietas Junior, que trabalha na 11ª DP (Rocinha), e do delegado que estava de plantão no dia, Willian Lourenço Bezerra, serão analisadas.
Vinicius disse que o advogado vai cuidar de uma possível ação, mas não confirmou se vai processar. "Eu acho que eu tinha que ligar na hora do ocorrido, mas não consegui, só no dia seguinte", disse.

Copeira volta atrás

A reviravolta no caso ocorreu com o depoimento de Dalva. Ela disse que pensou em ir à polícia no dia seguinte para retirar a queixa, mas não tinha dinheiro para a passagem. "Ela admite a hesitação no primeiro reconhecimento dele, o que é natural, porque foi uma ação violenta e ela pode ter se confundido", explicou Niandro. O delegado disse também que não acredita em má-fé. "Ninguém dos dois teria interesse em prejudicar uma pessoa inocente."
Pai aliviado
O pai de Vinícius, Jair Romão falou sobre como reagiu ao saber da notícia da liberdade do filho. "Graças a Deus, ocorreu tudo bem, como eu esperava. Em momento algum eu admitia ele ter sido o culpado de cometer esse roubo", disse, sem saber explicar como vai reagir ao reencontrá-lo. "Ah, emoção a gente só pode dizer no momento o que vai ocorrer."
O G1 teve acesso ao registro de ocorrência do caso. No registro, a vítima contou que após o assalto o homem teria pulado o muro da estação de trem para fugir e que dentro da bolsa roubada havia a quantia de R$ 10, um crachá, um celular e documentos. Ela contou que o homem estava de camiseta e bermuda preta, era negro e tinha o cabelo estilo black power.
No registro de ocorrência, o policial militar que fez a prisão afirma que nenhum pertence da vítima foi encontrado com o ator. "No depoimento, o policial disse que o Vinicius tinha passado o material para uma pessoa conhecida como 'Braço', só para justificar a prisão dele, mas não fez nenhuma diligência para procurar essa pessoa", disse Jair Romão.
 

Modelo baleada por bandido não consegue enxergar de um olho, diz médico Bala foi retirada em cirurgia para reconstruir os ossos da face da paciente G1 07 Março de 2014 - 15:59

Foto: Reprodução
Modelo Lorrane Melo não enxerga com olho direito 


Após passar por uma cirurgia de reconstrução dos ossos da face, na quinta-feira (6), a modelo Lorrane Melo, 27, baleada na cabeça durante um assalto, continua em recuperação no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). De acordo com os médicos, a bala foi retirada e a paciente não teve lesões neurológicas, mas atualmente não enxerga do olho direito nem consegue movimentá-lo.
Segundo informou a equipe médica, em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (7), a órbita ocular foi lesionada devido à alta temperatura da bala ao entrar no corpo da vítima. “No momento, ela está sem visão, mas não posso afirmar se isso é permanente ou não”, afirma o cirurgião o buco-maxilo-facial Euclides Barbosa.
Lorrane está internada na enfermaria do hospital com quadro clínico estável. A previsão dos médicos é de que ela receba alta entre cinco e dez dias e que a recuperação completa aconteça em cerca de três meses. Os fragmentos da bala alojados no céu da boca e língua foram totalmente retirados na cirurgia. O tiro atingiu a cabeça da modelo, acima da orelha direita, destruindo os ossos da têmpora, órbita dos olhos e cavidade bucal. Ela passará por exames oftalmológicos para definir se a lesão no olho é definitiva.
O procedimento cirúrgico teve duração de cerca de três horas e meia e os ossos foram reconstruídos com enxerto de material sintético. Os médicos ainda não excluem a possibilidade de que a paciente tenha que passar por uma nova cirurgia, mas creem que ela vem tendo boa recuperação. “Há um tempo ela ainda ficava um pouco sonolenta pelo do tiro ter atravessado o cérebro, mas agora já está se recuperando bem, conversando adequadamente”, explica o neurocirurgião Marcos Spadoni.
De acordo com Euclides Barbosa, a modelo demonstrou preocupação com possíveis lesões estéticas que possam prejudicar a carreira. “Ela me disse que cuidasse bem da face dela porque ela trabalhava com a face”, afirma Barbosa.
O crime
O assalto em que Lorrane foi baleada aconteceu na noite do dia 27 de fevereiro no Setor Bairro Feliz, na capital, quando a modelo saía de casa dos sogros na companhia do filho e do noivo. O portão eletrônico da garagem já estava aberto quando a família foi abordada por três homens.
Os pais do noivo estavam no andar de cima da casa e toda a família foi feita refém. Enquanto um dos criminosos vigiava a rua, outro recolhia pertences das vítimas. Um terceiro os ameaçava com uma arma. A ação durou cerca de 20 minutos e foi flagrada pelas câmeras de segurança da casa.
Durante a abordagem, o filho da modelo, de 1 ano e 4 meses, permaneceu na cadeirinha, dentro do carro. Lorrane, já deitada no chão da sala, pediu que o buscassem. O menino foi colocado no sofá por um dos criminosos e, depois, no chão. Mas a criança subiu nas costas da mãe.
Instantes depois, o assaltante com a arma efetuou o disparo que atingiu a cabeça da modelo. Ela foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao Hugo. O bebê não ficou ferido.

Assaltante atira em modelo com bebê sentado sobre ela em Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)


Modelo foi baleada com o filho sobre as costas
(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)


Tiro acidental
Após o disparo, os assaltantes fugiram, levando alianças, um relógio e um celular das vítimas. Na fuga, um deles deixou cair um celular no jardim. Com o aparelho, a polícia teve acesso a fotos e ao telefone da casa da mãe de um dos criminosos, com quem os policiais localizaram o endereço de um deles. Com a pista, o Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer) encontrou e conseguiu prender um dos suspeitos.
O homem foi encaminhado à Delegacia Estadual de Investigação Criminal (Deic), onde confessou ter sido o autor do disparo que atingiu a mulher. No entanto, ele alegou que o tiro foi acidental. Para o delegado responsável pelo caso, Glaydson Carvalho, essa possibilidade está descartada.
“O tiro acidental teria sido se a arma tivesse caído no chão e disparado. As imagens mostram que ele claramente puxou o gatilho. Por imprudência dele, e talvez pela  falta de conhecimento da arma, ele levava a arma engatilhada e colocando na cabeça das vítimas. A adrenalina do que ele estava fazendo e o despreparo o tenha levado a dar o tiro”, afirmou.
O homem permanece preso na base avançada da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária e Jusitça (Sapejus) localizada no complexo de delegacias especializadas, no Setor Cidade Jardim.
 

Polícia diz que mulher que matou filho e namorada dele tinha depressão De acordo com a polícia, a médica passava por um tratamento psicológico e havia passado por quatro sessões de terapia UOL 07 Março de 2014 - 20:56

Foto: Reprodução / UOL
Casal Mariana Marques Rodella e o namorado Giuliano Landini em foto postada em uma rede social 


A médica pediatra Elaine Munhoz, 56, sofria de depressão e matou o filho, Giuliano Landini, 26, e namorada dele, Mariana Marques Rodella, 26, e depois se matou, nesta sexta-feira (7), em um condomínio de alto padrão em City Lapa, na zona oeste de São Paulo, segundo o delegado Daniel Cohen, delegado-adjunto do 91º DP (Distrrito Policial).
Os corpos foram achados pela Polícia Militar às 9h, depois que vizinhos ouviram tiros vindos de dentro do imóvel. Giuliano e Mariana eram estudantes de medicina. "Não dá para saber se o crime foi premeditado. Ela [Elaine] estava com uma certa depressão. Talvez esse seja o motivo que desencadeou esse comportamento", disse Cohen.
De acordo com a polícia, a médica passava por um tratamento psicológico e havia passado por quatro sessões de terapia. A polícia informou ainda que a arma, um revólver da marca Taurus calibre 38, não era registrada.
O marido de Elaine, identificado apenas como Alexandre, que também é médico, disse à polícia que não sabia a procedência do armamento. 
Segundo a polícia, Giuliano foi atingido por três tiros, Mariana por dois e Elaine com um, na boca.
A polícia informou ainda que a médica estaria descontente com um suposto mau desempenho do filho na faculdade de medicina. "Ela deprimida por conta da mudança de comportamento do filho. Ele não queria ir às aulas, mas sempre quis ser médico", disse Cohen.
De acordo com o delegado, pela dinâmica do que viu no apartamento, Mariana foi morta primeiro, depois o filho da médica foi assassinado e por fim a médica se matou. Foram feitos, segundo o delegado, sete ou oito disparos.
Vizinhos e amigos
Carolina Dias, 34, uma ex-vizinha, afirmou que morou no apartamento de cima ao da família --o crime foi no segundo andar-- por três anos, até dezembro do ano passado.
Ela disse que nunca presenciou nenhuma briga. "Ele [Giuliano] era um menino exemplar. Sempre [passeando] com o cachorrinho, com a namorada. Supersimpático, supersolícito."
O jovem fazia residência, segundo outras testemunhas que estavam no local. "Nunca vi nenhuma briga. Era uma família exemplar". "Estou muito surpresa. Se realmente houve alguma coisa foi um acidente", disse Carolina.
Uma outra mulher, que se identificou como Marilene Godoy, 50, e que estava na frente do prédio onde houve o crime atrás de informações, disse que conhecia a médica "há 30 anos", e que ela foi pediatra dos seus filhos. "Era uma pessoa coerente, sensata e calma. Estou abismada", disse.
De acordo com o clínico-geral Rafael Criscuolo, que disse trabalhar com a médica Elaine há 9 anos em uma unidade de saúde pública em Pinheiros, afirmou que Elaine era uma mulher "alegre, competente". "Ela estava um pouco triste antes do Carnaval", disse.
Ainda não se sabe quem cometeu o crime, mas vizinhos relataram que a mãe brigava constantemente com o filho por não querer que ele se casasse.
O pai não estava no apartamento no momento do crime, segundo a polícia --ele havia saído para trabalhar. De acordo com testemunhas, antes dos tiros foram ouvidos gritos de um homem dizendo "não".
Os corpos foram retirados do apartamento por volta das 16h30.
 


Ingressos para Guns N’Roses em PE mais caros: pista aumentou R$100 De acordo com a assessoria de comunicação do Chevrolet Hall, os ingressos para a pista já estão próximos do fim Diário de Pernambuco 07 Março de 2014 - 15:29

Foto: Divulgação
Axl Rose 


Quando o show do Guns N’Roses foi anunciado, muita gente achou estranho que fosse no Chevrolet Hall, já que o espaço abriga no máximo 14 mil pessoas. Os ingressos, então, deveriam sair mais caros do que em outros lugares, maiores, onde a banda se apresentará. O que ninguém esperava, já que não foi divulgado com antecedência que haveriam lotes, é que o preço dos ingressos iriam subir tanto, e em tão pouco tempo.
Os ingressos para a pista foram lançados à venda por R$240. Oito horas (sim, horas, não dias) já estavam custando R$300. Hoje, o preço subiu para R$340, no terceiro lote de vendas. De acordo com a assessoria de comunicação do Chevrolet Hall, os ingressos para a pista já estão próximos do fim.
Ingressos para outras áreas, contudo, permanecem com o mesmo preço. Frontstage por R$ 700 e 350 (inteira/meia entrada) e R$ 600 (preço único) para o Prime Hall, que contará com “open bar de uísque 12 anos, vodka importada, cerveja, refrigerante e água, além de SPA, salão de beleza, entre outros mimos”, de acordo com nota da assessoria.
 

Bruna Marquezine mostra as pernas em pose no camarim 'Eu tenho a sensação que eu passo mais tempo nesse camarim do que no meu próprio quarto', brincou Ego 07 Março de 2014 - 17:52

Foto: Ilustração
 


Bruna Marquezine postou uma foto nos batidores das gravações de  "Em Família", em que aparecem suas belas pernas. "Eu tenho a sensação que eu passo mais tempo nesse camarim do que no meu próprio quarto hahahaha  #amomuitomesmoabeça #gravando #EmFamília", disse ela na legenda da imagem.
A atriz já está de volta com tudo às gravações da novela, após curtir o carnaval em um camarote Rio, em que dançou muito, e em Salvador, onde, inclusive, quase mostrou demais de tanta empolgação.

Bruna Marquezine  (Foto: Instagram / Reprodução)
 

Juju Salimeni e o namorado mostram seus tanquinhos Integrante do 'Legendários' fez ensaio ao lado de Felipe Franco Ego 07 Março de 2014 - 19:10

Foto: Ilustração
Juju Salimeni 


Juju Salimeni e seu namorado, Felipe Franco, mostraram seus corpos sarados no Instagram. O casal está fazendo um ensaio fotográfico e o atleta postou as fotos dos bastidores nesta sexta-feira, 7. "Bom é trabalhar com o que realmente gosta e o melhor de tudo é estar com quem eu amo", disse ele.
Juju e Felipe ainda estão em um editorial de uma revista mostrando um dos treinos diários que fazem. Nas fotos para a "Muscle Inform", Juju aparece auxiliando Felipe e vice versa.

Noivo de Juju Salimeni, Felipe Franco (Foto: Instagram / Reprodução)
 

Dona de um corpo invejável, top Renata Kuerten revela seu cardápio Modelo abusa de salados, carnes grelhadas, muita água e frutas. 'Só não resisto a um creme de papaia', conta ela, que ainda pratica luta diariamente Ego 07 Março de 2014 - 19:13

Foto: Divulgação
 


Que Renata Kuerten tem um corpão de dar inveja à boa parte das meras mortais, não é novidade. No entanto, ao contrário do clichê de que as modelos não se exercitam e nem fazem dieta, a top não só faz treinos de luta diários, como também tem uma alimentação para lá de equilibrada. "Procuro manter uma alimentação boa no dia a dia, com muitas saladas e grelhados. No final de semana, me permito comer de tudo, porém em pequenas quantidades, para não tirar o foco", conta ela.
Disciplinada, Renata conta que doces e frituras são as principais exceções em sua rotina alimentar, os quais ela evita para não precisar pegar ainda mais pesado na corrida e nos treinos diários.
"Não sou fã de doces, a única sobremesa que peço porque sou apaixonada é o creme de papaia, irresistível. E as frituras, mesmo com vontade de vez quando, só como raramente, nos fins de semana", explica Renata.
Ela garante que não abre mão de, às vezes, meter o pé na jaca e aproveitar a comida da família. “Na casa da minha mãe é o lugar mais difícil para resistir à tentação e manter a dieta. Amo o fígado acebolado, a costela de boi e o frango ensopado que ela faz quando vou para lá", revela.
Entre os hábitos, beber pelo menos dois litros de água e sempre comer frutas estão entre os essenciais. "Beber muita água ajuda a hidratar e faz o organismo funcionar bem. Faço questão de sempre ter frutas em casa, principalmente banana, maçã e pêra, que gosto de comer no lanche da tarde".
Na correria entre um trabalho e outro, a modelo revelou seu truque para driblar a fome e não comer alimentos gordurosos. "Costumo carregar sempre uma fruta ou barrinha de cereal na bolsa".

Cardápio Renata Kuerten (Foto: EGO)
 

Bruna Marquezine diz que voltou a malhar: 'Vou ficar gostosa' Atriz vai estar no próximo Domingão do Faustão participando do quadro 'Eu Acho' Gshow 07 Março de 2014 - 20:25


Foto: Domingão do Faustão / TV Globo
Bruna Marquezine sorri para foto no Projac 


Bruna Marquezine vai participar do quadro Eu Acho no próximo Domingão. Mas, antes de ver o que a galera tem a dizer sobre ela, o site do Faustão foi atrás da atriz para descobrir o que ela acha de alguns assuntos. A repórter Marianne Bastos comandou um bate-papo descontraído com a intérprete de Luiza na novela Em Família e descobriu um monte de coisas sobre fama, carnaval e até boa forma. Confira!
Marianne: O que você acha de ser famosa?
Bruna: "É uma consequência do meu trabalho. Ela tem seus lados bons, já aconteceram coisas maravilhosas (por causa disso), não vou ser hipócrita. Tem coisas um pouco chatas também com que se tem que lidar. Como estou fazendo o que eu amo, acabo aceitando".
E do carnaval?
"É uma época maravilhosa, o carnaval é incrível! É legal porque a gente acaba botando os problemas um pouco de lado e saímos de casa com a intenção de nos divertir e curtir os amigos".
Então, o que acha de ser famosa no carnaval?
"Acho que tenho que passar o carnaval inteiro de máscara! (risos) Tem alguns momentos em que quero ser o carinha da esquina para ninguém olhar para mim e eu poder só curtir com os amigos, mas a gente acaba dando um jeito".
O que você acha de voltar a malhar na Quarta-Feira de Cinzas?
"(Risos) Então, voltei a malhar! Acho que estou sem andar, que está puxado, mas também acho que vou ficar gostosa!".
Para finalizar! O que acha de ser parecida comigo?
"Eu acho que eu não sou você e a gente também não é a Anitta, mas que a gente se gosta muito! (risos)".


E você, acha Marianne Bastos e Bruna Marquezine parecidas? (Foto: Domingão do Faustão / TV Globo)
Bruna Marquezine e muito mais atrações especiais invadem o Domingão do Faustão neste fim de semana para alegrar o telespectador! Não perca a participação dessa fera no programa, hein? Anote com muito carinho: o seu Domingão começa às 18h, no horário de Brasília. Imperdível!
 

domingo, 2 de março de 2014

Oito escolas da Série A do Rio abrem os desfiles na Sapucaí nesta sexta Em Cima da Hora e Paraíso do Tuiuti vão reeditar enredos G1 28 Fevereiro de 2014 - 18:27

Foto: Divulgação
Alegoria da Porto da Pedra, que vai falar da dança dos casais de mestre-sala e porta-bandeira 


Neste segundo ano do carnaval da Série A do Grupo de Acesso, a disputa pelo campeonato promete ser ainda mais acirrada, no Sambódromo do Rio.  Nesta sexta-feira (28) e no sábado (1º) 17 escolas estarão lutando para contar da melhor forma possível seus enredos e, assim, conquistar o direito a uma vaga no Grupo Especial em 2015.  As três últimas colocadas descem para a Série B.

Em Cima da Hora
No primeiro dia de desfiles vão ser apresentar oito das 17 escolas. A primeira a pisar na Sapucaí é a Em Cima da Hora, às 21h. A escola de Parada de Lucas, no subúrbio do Rio, vai reeditar o enredo “Os sertões”, que ela mesma defendeu em 1976.  Embalado por um dos mais belos sambas de todos os tempos, composto por Edeor de Paula, o carnavalesco Marco Antônio Falleiros vai contar as agruras do Nordeste, dos sertanejos e da resistência no arraial de Canudos, no interior da Bahia. O carnavalesco vai se apoiar na raça e na valentia do nordestino para fazer a Em Cima da Hora renascer no carnaval.

União de Jacarepaguá
A União de Jacarepaguá tem entrada prevista para a Sapucaí, entre 21h45 e 21h55. A segunda escola a se apresentar vai defender o enredo “Os yorubás – a história do povo nagô”, do carnavalesco Jorge Caribé.  A escola vai contar a história da criação do mundo a partir da história do povo e das divindades africanas. E todo o poder da cultura e dos rituais de fé nos orixás principalmente na Bahia. Mostra também a criação do samba, sob forte influência da arte nagô.

Acadêmicos da Rocinha
A terceira escola a desfilar, a Acadêmicos da Rocinha, deve entrar na avenida entre 22h30 e 23h50. Com o enredo “Do paraíso sonhado, um sonho realizado – sorria, a Rocinha chegou à Barra”, o carnavalesco Luís Carlos Bruno vai cantar as belezas das praias, lagoas e floresta de um dos bairros mais novos da cidade, a Barra da Tijuca, e destacar o sonho de viver na chamada “Miami brasileira”, com seu estilo exuberante, empreendedor e consumista.

Renascer de Jacarepaguá
A carioquice do maior admirador de mulatas do país, o caricaturista italiano Lan, vai ser destacada no enredo “Olhar caricato. Simplesmente, Lan”, do carnavalesco Marcus Ferreira preparou para a Renascer de Jacarepaguá. A escola, a quarta a desfilar, tem entrada prevista na avenida entre 23h15 e 0h45. Além das inesquecíveis mulatas, a escola também vai exaltar a paixão pelo Flamengo, pelos botequins cariocas, pelo samba e a fé nos orixás.

Unidos do Porto da Pedra
A Unidos Porto da Pedra, quinta escola a desfilar, deve entrar na pista entre meia-noite e 1h40. A escola de São Gonçalo vai cantar a história do casal mais importante de um desfile de escola de samba, o mestre-sala e porta-bandeira. O enredo criado pelo carnavalesco Leandro Valente, “Majestade do samba: os defensores do meu pavilhão”, vai destacar a trajetória do primeiro porta-bandeira Ubaldo e da primeira mestre-sala Maria Adamastor . Além de lembrar o primeiro casal que se tem notícias, vai mostrar de onde veio o bailado do casal, que virou quesito importante no desfile.

Paraíso do Tuiuti
sexta escola a se apresentar no primeiro dia de desfile é a Paraíso do Tuiuti. A escola  que entra na passarela entre 0h45 e 2h35, vem com um enredo reeditado. O carnavalesco  Severo Luzardo vai apresentar uma nova roupagem para “Kizomba – a festa da raça”, que deu o primeiro título à Unidos de Vila Isabel em 1988. O enredo parte da declaração universal dos direitos humanos  para promover o respeito às liberdades dos povos  e mostrar a confraternização do Brasil com a cultura e o cotidiano dos negros que ao Brasil chegaram como escravos.

Inocentes de Belford Roxo
A penúltima escola a desfilar é a Inocentes de Belford Roxo, na qual o carnavalesco Wagner Gonçalves, vai contar a saga da primeira cantora lírica negra do Brasil. “Triunfo da América – O canto lírico de Joaquina Lapinha” relembra a vida de Maria da Conceição da Lapa, soprano e atriz dramatica, que venceu o preconceito no periodo colonial. A escola  começa a desfilar entre 1h30 e 3h30.

Império Serrano
A Império Serrano encerra o primeiro dia de desfile com o enredo “Angra com os reis”, com entrada prevista para acontecer entre 2h15 e 4h25. O carnavalesco  Eduardo Gonçalves  conta a história da cidade da Costa Verde descoberta pelos portugueses no Dia de Reis (6 de janeiro). No local, os colonizadores logo incorporaram às tradições católicas as danças dos quilombolas, dando origem ao jongo.  O enredo conta a ligação entre o jongo da Serrinha (onde nasceu a Império) e a dos quilombolas de Angra dos Reis.
 

Vendidos a até R$ 3.500, abadás do Chiclete ‘encalham’ na Bahia O desfile de terça-feira do Camaleão, no circuito do Campo Grande, marcará a despedida de Bell Marques da banda, anunciada em setembro do ano passado. Folha de São Paulo 01 Março de 2014 - 14:20

Foto: Folha de S.Paulo
Bell Marques se apresenta com Chiclete com Banana ontem 


O lançamento do bloco solo do cantor Bell Marques, em Salvador, frustrou as expectativas dos cambistas que tentavam vender abadás do Camaleão, do Chiclete com Banana, por até R$ 3.500.
O desfile de terça-feira do Camaleão, no circuito do Campo Grande, marcará a despedida de Bell Marques da banda, anunciada em setembro do ano passado.
Na ocasião, os abadás do Camaleão se esgotaram rapidamente. No mercado paralelo, a camiseta que serve como ingresso passou a custar entre R$ 2.000 e R$ 3.500.
Os preços, contudo, despencaram a partir de janeiro, quando Bell anunciou a criação do bloco Vumbora?, que desfila no mesmo dia no circuito Barra-Ondina e marca o início da carreira solo do cantor.
O abadá do Vumbora? custa R$ 420 –cerca de três vezes menos que o Camaleão, que vendeu os abadás do último lote por R$ 1.490 o dia.
O desfile do Chiclete nos dois principais circuitos na terça de Carnaval é tradição desde 2004.
O vigilante Sílvio Nascimento, 32, é um dos que comprou abadás do Camaleão para revender. Com o anúncio da saída de Bell, chegou a anunciar a camisa para um único dia por R$ 2.000, mas teve de baixar para a metade do preço depois da chegada do Vumbora?.
“A procura pelo Camaleão sempre é grande. Mas, com Bell desfilando sozinho no mesmo dia, muita gente preferiu sair no bloco dele”, diz Nascimento, que hoje vende pacotes de três dias de Camaleão por R$ 2.500.
O professor Alexandre Cabral Cardoso, 42, que mora em São Paulo e decidiu investir na compra de abadás quando soube da despedida de Bell, não se arrepende.
Ele e a mulher vão celebrar em Salvador dez anos do primeiro encontro, que aconteceu ao som do Chiclete. É lá que pretende vender os cinco abadás, pelos quais pagou R$ 790 cada um. Há dez dias, vendeu outro por R$ 1.400.
“O Chiclete é tradição, muitos não vão ao novo bloco do Bell”, acredita.
Ele chegou a “sonhar” em vender cada abadá por até R$ 2.000. “Mas se vender a R$ 1.000 já estou no lucro”.
A partir da Quarta-feira de Cinzas, o Chiclete com Banana será comandado pelo cantor e guitarrista Rafa Chaves.
A música de trabalho da banda com a nova formação, “Vida que segue”, já está tocando nas rádios.
 

Chuva forte provoca estragos na cobertura do Mineirão A informação inicial é de que algumas tampas das calhas da cobertura se desprenderam com o vento forte e acabaram caindo Por AE | Estadão 01 Março de 2014 - 17:17

Foto: Ilustração
 


A  chuva com vento forte, neste sábado em Belo Horizonte, provocou estragos na cobertura do Mineirão, um dos 12 estádios que serão utilizados na Copa do Mundo. Algumas placas de metal do teto caíram no gramado e nas cadeiras, mas não deixaram feridos - apesar do Cruzeiro enfrentar o Minas Boca no local agora à tarde, pelo Campeonato Mineiro, os torcedores ainda não tinham chegado quando aconteceu o acidente.
 A informação inicial é de que algumas tampas das calhas da cobertura se desprenderam com o vento forte e acabaram caindo. Funcionários do estádio rapidamente retiraram as peças do gramado, liberando o campo para a realização do jogo. Mesmo assim, o acidente deixou alguns buracos na membrana que reveste a cobertura.
 Inaugurado no ano passado, após uma longa reforma, o Mineirão já foi utilizado como sede da Copa das Confederações, em junho. E receberá seis jogos da Copa do Mundo: Colômbia x Grécia, Bélgica x Argélia, Argentina x Irã e Costa Rica x Inglaterra, além de um das oitavas de final e outro das semifinais.
 

Ações de enfrentamento à violência contra a mulher no Carnaval Em Salvador, o Centro de Referência Loreta Valadares vai abrigar um serviço de plantão para acolhimento de mulheres vítimas de violência e pessoas em situação de vulnerabilidade e violação de direitos. 01 Março de 2014 - 17:46

 


Durante o Carnaval, diversas ações de conscientização sobre a Lei Maria da Penha e atendimento às mulheres serão realizadas pelo país. Confira abaixo:
Na Bahia
Durante o carnaval, a Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia (SPM-BA) divulgará o Ligue 180 aos foliões no estado, com o lema lema “Respeito à Mulher – Esse é o meu bloco”.
Em Salvador, o Centro de Referência Loreta Valadares vai abrigar um serviço de plantão para acolhimento de mulheres vítimas de violência e pessoas em situação de vulnerabilidade e violação de direitos.
Serão oferecidos serviços gratuitos de assistência jurídica, serviço social e psicologia, além de encaminhamento às delegacias de Apoio `Mulher, hospitais, posto saúde e ao Instituto Médico Legal, nos casos mais graves de lesão corporal ou estupro. A iniciativa é da Superintendência de Políticas para Mulheres do Município (SPM) em parceria com a Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps).
A Defensoria Pública estará de plantão durante os dias de carnaval para prestar atendimento nas áreas da infância e juventude, violência contra a mulher, saúde, consumidor, criminal e combate a outras violações aos direitos humanos. Mais de 100 profissionais vão atuar durante o período de plantão. O plantão começa na quinta-feira (27) e segue até a quarta-feira de cinzas (5).
No dia 06 de fevereiro, o Ministério Público da Bahia lançou mais uma edição da ‘Campanha de Combate à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes’. O Disque 100 será divulgado na televisão, em rádios, sites, outdoors, busdoor, folders e panfletos que serão distribuídos por todo estado da Bahia.
No Ceará
O Núcleo de Gênero Pró-Mulher do Ministério Público do Estado do Ceará, em parceria com o Movimento Março Lilás (MMLi) lançará, nesta sexta-feira (28), a Campanha de enfrentamento à violência doméstica.
Os membros do Ministério Público e de entidades parceiras realizarão abordagens aos foliões com a entrega de panfletos e de ventarolas nos espaços da rodoviária e, em seguida, no aeroporto internacional Pinto Martins. Também haverá blitze da campanha do Núcleo de Gênero no Carnaval 2014 nos shoppings: North Shopping, Iguatemi e Del Paseo.
Na Paraíba
Não mascare a violência contra as mulheres” é o tema da campanha do Governo do Estado lançada pela Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana durante o Carnaval para divulgar ações de enfrentamento à violência contra mulher. Serão distribuídos mais de 50 mil leques com telefones de Delegacias da Mulher e do Disque Denúncia 197 alertando sobre o que fazer em casos de agressão e beijo forçado. De acordo com dados da Delegacia da Mulher de João Pessoa, neste período carnavalesco o número de denúncias aumenta cerca de 30%.
No Rio Grande do Sul
A Secretaria de Políticas para as Mulheres estará nesta sexta-feira (28), a partir das 19h, no Porto Seco, em Porto Alegre, para dar início às ações que marcam o mês da mulher. Acompanhada pela equipe de profissionais do Centro Estadual de Referência da Mulher “Vânia Araújo Machado”, a titular da SPM, Ariane Leitão, estará junto ao Ônibus Lilás para oferecer orientações e prestar atendimento às mulheres em relação à violência doméstica, além de distribuir material informativo de combate à exploração sexual de mulheres e meninas.